Resenha "Armadilhas da mente" - Augusto Cury

10 junho 2016


      Olá gatinhos e gatinhas!
Hoje a resenha é de livro "Armadilhas da mente" do Augusto Cury.

Editora: Editora Arqueiro
Número de páginas: 256

                      Armadilhas da mente - Augusto Cury

                      “ Não há mentes impenetráveis, apenas chaves erradas” 

    Essa é a frase que está na capa do livro e logo me despertou vontade de ler

    No livro vemos o caso de Camille, uma mulher de 38 anos que sofre de depressão, fobias e crises. Casada com o banqueiro Marco Túlio, eles vivem um casamento marcado pelo pessimismo e crises de Camille, que apesar de se tratar com os melhores psicólogos e psiquiatras, ela com sua inteligência sempre acaba confrontando e, levando assim, esses profissionais desistirem de tratá-la. Marco Túlio cansado de ver a esposa nesse estado compra uma fazenda para que ela possa viver mais tranquilamente e que tenha contato com a natureza.
  Chegando lá, Camille conhece o jardineiro Zenão do Riso, que a causa inveja por causa de sua inteligência, felicidade, simplicidade e o modo de como vê a vida. A Fazenda Monte Belo era uma antiga fazenda de escravos, e as condições psicológicas de Camille só piora, pois começa a ter constantes pesadelos com uma garotinha que era filha de escravos, que mais tarde começa a ver que é ela mesma representada pelos seus fantasmas. Camille, só fica dentro da casa e tem contado apenas com as duas empregadas. 
   Por recomendação de Zenão, Marco Túlio entra em contato com o psicólogo Marco Polo, que a estimula a vencer os “fantasmas mentais” e superar seus conflitos. Não foi nada fácil no início, Camille confrontava Marco Polo, mas ele a instigava sobre a mente, fazia ter sede de conhecimente e  assim Camille tem uma reviravolta em seu emocional, que a leva a escrever mais livros e querer criar uma fundação para crianças, ensinando como ter uma mente saudável. Marco Túlio, que só pensava em dinheiro, vende seu banco para ficar ao lado de sua esposa e ajudar transformar seu projeto em realidade.

   
   Foram várias vezes que senti raiva de Camille, seu gênio forte excessivo criava confrontos com os personagens que me deixa de queixo caído e me perguntando "como consegue saber de tantas coisas!?" e a parte melhor de todos é com Marco Polo, os dois conseguiam ter uma mente, debater e dialogar de uma forma riquíssima de saberes.
  É exatamente como está na contracapa do livro:

"Um romance surpreendente. Um passeio pela psicologia e a filosofia. Um mergulho na mente de uma mulher incrível..."


  Este livro foi importante para mim para poder melhor entender como são formados os “fantasmas emocionais”, como proteger a mente e evitar frustrações. Também foi importante para aprender a ajudar a treinar crianças a não se transformarem em adultos depressivos e sem qualidade de vida emocional.


  Indico esse livro para amantes de psicologia, história e filosofia. Um romance sem igual! 


                                 
© Copyright Gatinha dos Livros | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Designer e programação por: CRIATIVO DESIGNER.
imagem-logo